Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Brasil’ Category

Detalhe da Ilha da Queimada Grande (reprodução)

Detalhe da Ilha da Queimada Grande. (reprodução)

Localizada no litoral de São Paulo, a cerca de 35 quilômetros da costa de Itanhaém, a Ilha da Queimada Grande não possui praias e é cercada por rochas e paredões, o que torna bastante complicado o desembarque no local. Desabitada e de acesso restrito apenas a analistas ambientais e cientistas autorizados, a ilha é Área de Relevante Interesse Ecológico. Existe interesse de cientistas, ONGs, mergulhadores e outros de transformar a Ilha da Queimada Grande em um Parque Nacional Marinho e, assim, proteger também uma faixa de duas milhas náuticas ao redor da ilha, onde existem corais e várias espécies de peixes e tartarugas marinhas, e que atualmente é muito procurada por pescadores.

Vista aérea da ilha. (reprodução)

Vista aérea da ilha. (reprodução)

A ilha é muito bonita, com fauna e flora praticamente intocadas, topografia irregular, vegetação de árvores altas e grutas, mas não é apenas sua beleza que a coloca como um dos lugares incríveis do nosso planeta… em 2010 e 2011, o site Listverse, especializado em fazer listas sobre os mais variados assuntos, elegeu a Ilha da Queimada Grande como o pior lugar do mundo para se visitar, ficando à frente da zona contaminada de Chernobyl, da Porta para o Inferno (que já comentamos anteriormente em outro post do blog) e dos vulcões de lama do Azerbaijão.
Mas o que torna esta bela ilha um lugar tão terrível? Bem, ela é conhecida como “ilha das cobras”… isso já é um claro sinal de sua natureza. rsrs

(mais…)

Anúncios

Read Full Post »

A Gruta do Lago Azul, em Bonito - MS.

A Gruta do Lago Azul, em Bonito – MS.

Finalmente, depois de meses de existência, o nosso blog vai falar sobre um lugar localizado no Brasil. Demorou um pouco, mas começaremos em grande estilo!! O lugar escolhido foi um dos mais belos do nosso país: a Gruta do Lago Azul, que fica a apenas 20 km do centro da cidade de Bonito, no Mato Grosso do Sul.

Descoberta por um índio Terena em 1924, a mundialmente conhecida caverna é um monumento natural cujo interior é formado por estalactites, estalagmites e um grande lago azul, com dimensões que a tornam uma das maiores cavidades inundadas do planeta. Foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em 1978, sendo inscrita em três dos quatro livros do tombo: o etnográfico, o paisagístico e o arqueológico. Este tombamento garantiu a preservação daquele que é o principal cartão-postal de Bonito.
Em 1992, uma expedição formada por brasileiros e franceses encontrou uma série de fósseis de mamíferos no local, como tigres dente de sabre e preguiças gigante, que viveram durante o período geológico do Pleistoceno (de 6 mil a 10 mil anos atrás).

(mais…)

Read Full Post »